Poda de Árvores em Condomínio

Áreas verdes em condomínios estão em alta
1 de julho de 2020
Poda de Árvore em Área de Risco
6 de agosto de 2020

O que você precisa saber sobre poda de árvores em condomínioA poda de árvores em condomínios tem algumas particularidades.

É preciso que o síndico e os moradores tenham conhecimento de quais são as regras e licenças necessárias para realizar esse corte.

Em primeiro lugar, é preciso considerar que muitos edifícios passaram a adotar práticas sustentáveis, entre elas o plantio de árvores. Com isso, a manutenção desses espaços verdes exige certos cuidados para que não haja infrações ou o cultivo em área não regularizada.

Além disso, por se tratar de uma planta, esse processo é necessário para evitar problemas como a penetração em locais de cabos de transmissão de energia. Nessa perspectiva, é preciso ter um manejo regular da poda para evitar o crescimento excessivo.

A importância dessa prática evita risco de acidentes, o desenvolvimento de pragas e a interferência na estrutura do imóvel. Desse modo, a poda de árvores deve ser bem programada a fim de minimizar os possíveis transtornos. Pense nisso!

Agora que você já compreendeu um pouco mais sobre a relevância da poda de árvores para o condomínio, vamos demonstrar o que a legislação diz sobre o tema. Continue a leitura!

O que a lei diz sobre o assunto?

O primeiro passo para iniciar a poda de árvores é entrar em contato com a prefeitura da cidade. Esse processo tem o objetivo de se conseguir a autorização para a poda. Vale ressaltar que cada município tem uma legislação específica e suas exigências. Por isso, é preciso observar atentamente todos os requisitos e obrigações necessárias sendo que, geralmente, a Secretaria de Meio Ambiente é quem fica responsável por conceder as autorizações.

Outro ponto importante é que o pedido pode ter um tempo para ser aceito, visto que há um grande número de requisições. Em algumas cidades, como no Rio de Janeiro, o poder público realiza a autorização e também realiza a poda.

Já em Belo Horizonte e outras capitais, o corte deve ser feito por empresas especializadas. Além disso, os condomínios devem ficar atentos, pois sem a autorização, ele pode sofrer certas penalidades. Elas podem variar desde advertências até a aplicação de multas.

Por que pedir a autorização?

Como já foi dito logo acima, existem penalidades aplicáveis aos condomínios que não seguirem a legislação e retirarem a autorização para a poda. Outra consequência dessa negligência é que o Poder Público pode exigir o replantio de árvores.

É importante sempre estar certificado do cumprimento de todos os requisitos, antes de iniciar a poda por conta própria. Multas e penalidades são coisas que nenhum síndico gosta de sofrer, não é verdade?

Por isso, torna-se recomendável contratar empresas especializadas como a R. Jardinagem e Paisagismo para ajudar nesse processo. Afinal, o cuidado arborista é apenas uma das inúmeras obrigações de um síndico.

 

Fonte: Carvalho Administradora